Azeite e seus benefícios

Bruno G. Costa

Bruno G. Costa

Saiba mais em CLIQUE AQUI
Sou mineiro "Uai", psicólogo de formação e estudioso ...
Bruno G. Costa

Últimos posts por Bruno G. Costa (exibir todos)

O azeite é um item presente na nossa alimentação desde muito tempo atrás, mas só há pouco tempo foi que fizeram estudos para comprovar os benefícios do azeite.

Entre os benefícios do azeite se destaca a prevenção das doenças cardiovasculares, embora muitos outros benefícios possam ser encontrados.

Este texto surgiu como um meio informativo para que você conheça os benefícios, as propriedades e as contraindicações do azeite. Você não pode perder!

Mais sobre o azeite

O azeite pode ser usado para fritar alimentos, temperar a salada e para fazer remédios específicos, além da possibilidade de usá-lo para outras coisas. Em muitos lugares, ele é um produto conhecido como “ouro líquido”, por causa das suas recomendações e benefícios exemplares.

Propriedades do azeite

É importante saber as propriedades dos produtos naturais, pois são elas que garantem os benefícios deles. Abaixo, você conhece uma lista das propriedades do azeite de oliva, o qual é feito com azeitonas.

Ácidos gordos monoinsaturados

Esses ácidos gordos monoinsaturados contêm uma grande quantidade ácido oleico, que é responsável por aumentar os níveis de colesterol HDL, conhecido como o colesterol “bom”, no sangue. Isso faz com que você se proteja com mais eficácia de doenças causadas pelo excessivo nível de colesterol LDL, o “ruim”. Essas doenças são, por exemplo, as cardiovasculares e os cânceres.

Ácidos gordos saturados

Presente em menos quantidade, encontramos os ácidos gordos saturados, que são são tão saudáveis. O consumo excessivo desses ácidos pode aumentar os níveis do colesterol “ruim”, mas ainda assim não estão presentes na maior parte do azeite, o que pode significar que a chance de fazer mal é menor.

Ácidos gordos poli-insaturados

Esses ácidos, conhecidos também como ácidos linoleicos, são as gorduras saudáveis que ajudam a evitar que a pessoa sofra de entupimento das artérias. Isso funciona porque esses ácidos têm ômega-3 e ômega-6, itens muito saudáveis e dos quais a gente sempre houve falar na televisão ou em artigos como esse. Esses ácidos, presentes em 8,4% do azeite, ajudam no crescimento celular e na boa função cerebral.

Vitamina E

Os tocoferóis, mais conhecidos como a vitamina E, estão bastante presentes no azeite de oliva. Veja bem, 25 gramas de azeite virgem é o suficiente para nos fornecer 50% da ingestão diária recomendada da vitamina E nos homens e 62% da quantidade necessária diária nas mulheres.

Fitoesteróis

Os fitoesteróis são substâncias capazes de inibir a absorção intestinal do colesterol, além de reduzir sua concentração plasmática total. Essa é uma propriedade muito boa e comentada.

Vitamina A

Os betacarotenos, conhecidos como provitamina A, é um grupo poderoso de antioxidantes encontrados no azeite de oliva. Um benefício é que ele interfere positivamente na absorção desse composto quando você consome de outro alimento.

Polifenóis

Os polifenóis também são importantes para a nossa saúde, pois muitos deles contêm propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, além de outros benefícios. Como polifenóis, podemos destacar o tirosol, o hidroxitirosol e a oleuropeína.

Oleocantal

O oleocantal é um polifenol, uma molécula anti-inflamatória que, de acordo com estudos, pode agir da mesma maneira que o ibuprofeno, um medicamento que também contém essas propriedades.

Além disso, o azeite de oliva é um item que contém outras substâncias importantes para o nosso corpo. Essas substâncias estão em pequenas quantidades no azeite, mas fazem toda a diferença, tornando o azeite de oliva um item muito enriquecido.

“Saiba como escolher um bom azeite”

Benefícios do azeite

As propriedades do azeite de oliva garantem intensos benefícios para quem consumir esse produto natural. Os benefícios que você verá abaixo foram comprovados por pesquisas, então não fique receoso de consumir o produto. Acompanhe:

Doenças cardiovasculares

O azeite de oliva é um potente item para evitar que você tenha doenças cardiovasculares, pois contém propriedades que protegem o coração e melhoram a sua saúde.

O azeite de oliva, por exemplo, vai fazer com que seja diminuído a quantidade de colesterol LDL, o colesterol “ruim”, e aumentado a quantidade de colesterol HDL, o colesterol “bom”. Mas não é só isso.

O consumo desse azeite de oliva aumenta a vasodilatação arterial, o que melhora a circulação sanguínea e ainda diminui os sintomas da hipertensão, pois abaixa a pressão arterial. Sofre de algum problema cardiovascular? Então, lembre-se sempre dos benefícios que o azeite de oliva lhe oferece.

Constipação

A constipação é o problema que faz com que você não consiga evacuar, ou tenha dificuldades para fazê-lo, o que causa muitos desconfortos. O azeite de oliva tem efeito laxante suave e melhora a absorção intestinal de nutrientes.

“Melhores chás laxantes”

Função digestiva

Uma pessoa saudável tem a função digestiva regulada. Com o consumo do azeite, a função digestiva é favorecia e é reduzido a secreção do ácido gástrico, uma substância que pode causar problemas gastrointestinais sérios. Se a sua função digestiva está prejudicada, você pode consumir o azeite de oliva para se beneficiar.

Diabetes

Se você sofre de diabetes tipo II, uma condição de saúde horrível, pode se beneficiar ao consumir azeite com frequência, pois ele diminui a incidência de complicações em pacientes que sofrem desse problema de saúde.

O azeite de oliva tem os itens necessários para reduzir as chances de a doença se agravar, fazendo com que a pessoa se beneficie e se proteja dos perigos que o diabetes pode causar. As propriedades presentes no azeite de oliva garantem a melhora desse quadro.

Ossos

O azeite de oliva é um item indispensável para a saúde dos nossos ossos, pois contribui com a correta mineralização do desenvolvimento dos ossos, e é especialmente necessário estar presente na dieta de crianças durante o crescimento, para que diminua as chances de elas sofrerem de problemas ósseos.

Na idade adulta, o consumo de azeite de oliva também se faz necessário, pois serve como uma ferramente para limitar a perda de cálcio que é natural no envelhecimento. Essa mesma perda de cálcio pode causar problemas como a osteoporose.

Estresse oxidativo

O estresse oxidativo é um dos problemas que uma pessoa pode ter quando não consomem alimentos com as mesmas propriedades do azeite de oliva. Esse azeite tem antioxidantes fenólicos, como a vitamina E, que ajudam a lutar contra o estresse oxidativo das células.

Se você não quer sofrer desse problema de saúde, pode consumir azeite de oliva com uma maior frequência.

Longevidade

O consumo de azeite de oliva faz com que você viva mais, pois reduz as mortes causadas por doenças cardiovasculares e pelo câncer.

Foram feitos estudos que comprovaram que houve uma menor incidência de vários tipos de câncer em países do Mediterrâneo, que são os países onde mais se consume o azeite de oliva.

Isso significa que as pessoas que ingerem azeite de oliva podem se protegerem de problemas como o câncer de mama, que é associado ao consumo de gordura saturada vinda de origem animal.

Há contraindicações?

O consumo de azeite de oliva é saudável e normalmente bem tolerado, mas ele tem uma boa quantidade de calorias, o que pode torná-lo ruim para pessoas que querem limitar o excesso de calorias na sua dieta, para se proteger de problemas como o aumento de peso exacerbado.

Para essas pessoas, não é aconselhável deixar de consumir o azeite de oliva, pois ele ainda traz benefícios, mas é recomendado que as pessoas o consumam em uma quantidade reduzida, para que possam aproveitar apenas os benefícios desse maravilhoso produto natural.