Chá de cipó de São João

O Cipó de São João é muito conhecido no interior de Minas Gerais e de São Paulo. Ela pertence à família da Bignoniaceae, a mesma família do Ipê, por exemplo.

O Cipó de São João é uma trepadeira, ele tem um caule que se estica e pode tanto se arrastar pelo chão quanto se desenvolver subindo os barrancos em beiradas de estradas, e subindo sobre as árvores, dando cachos de flores enormes e muito bonitas.

O nome científico da planta é Pyrostegia Venusta.

A planta é chamada de Cipó de São João porque antes era muito utilizada para a decoração dos bambos das festas de São João.

É conhecido popularmente também como Cipó vermelho, Flor de São João, Cipó de São João e Açoite de São João.

Ela é muito utilizada popularmente, por exemplo, suas flores são muito usadas para o preparo de xarope para tratar a gripe e a bronquite.

A seguir temos os benefícios do chá para o tratamento de algumas enfermidades.

Benefícios do chá de cipó de São João

Diarreia

O caule e as folhas, são muito usadas para tratar a diarreia, podendo ser usada até mesmo em crianças.Basta fazer o chá utilizando as folhas e caule do Cipó de São João.

Vermífugo

Foi demonstrado em pesquisas que ela tem atividade vermífuga, ou seja, para os casos de lombrigas entre outros, ela pode ser administrada para eliminar vermes intestinais.

Icterícia

O chá da casca (que sai do caule dela) as raízes do cipó de São João, tem sido usado também no tratamento de icterícia, que geralmente acomete crianças recém-nascidas ou é desenvolvido em adultos por inflamação da vesícula, por exemplo. Basta banhar a criança com o chá do Cipó de São João.

Problemas inflamatórios

As flores e folhas do Cipó de São João também podem tratar problemas inflamatórios, como luxação, contusão, dores articulares. Nesse caso, deve-se fazer um chá forte e fazer uma compressa.

Reduz a dor

Além desses benefícios citados, o chá das flores do Cipó de São João bem forte e usado como compressa demonstrou atividade antinociceptivas, isto é, reduz a sensibilidade à dor. Podendo o chá assim, ser usado por pessoas que sofrem com dores fortes devido a uma artrose ou uma artrite, por exemplo.

Vitiligo

Muitas pesquisas tem demonstrado a capacidade da planta de Cipó de São João de combater o vitiligo. Vitiligo é uma deficiência que a pele tem de produzir melanina, que é um pigmento que deixa a pele com a cor que ela tem.

Assim, quanto mais escura a pele mais melanina o organismo produz, já a pessoa mais clara menos melanina ela produz. As pessoas albinas não produzem melanina, dessa forma a pele dela é completamente branca.

Na pessoa que tem vitiligo formam-se manchas em sua pele sem pigmentação em qualquer parte do seu corpo.

As flores do cipó de são joão, tem a capacidade de estimular as células da pele a produzir mais melanina e dessa forma combater o vitiligo.

Para esse fim é interessante fazer um chá bem forte das flores de Cipó de São João ainda frescas e aplicar sobre a pele.

É interessante também fazer uma tintura, pomada ou um óleo medicinal com essas flores e aplicar na região da pele.

Modo de preparo

  1. Leve 1 xícara de chá de água ao fogo até levantar fervura;
  2. depois desligue o fogo.
  3. Acrescente uma colher se sobremesa do Cipó de São João e aguarde 10 minutos aproximadamente.
  4. Depois coe e consuma o chá.

Precauções

Deve-se ressaltar que o Cipó de São João tem em sua composição certa toxidade, portanto o consumo do seu chá em doses elevadas por períodos longos pode causar intoxicação.

Usar em doses leves e por períodos controlados de tempo, não há nem um problema no consumo do seu chá.

Seu uso sobre a pele não há registro de problemas pelo uso em excesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *